sexta-feira, 26 de março de 2010

Distúrbios Alimentares

Os problemas do comportamento alimentar têm vindo a adquirir uma importância crescente. Estes são caracterizados por alterações significativas nos hábitos alimentares e imagem corporal.
As pessoas que sofrem destes distúrbios avaliam como estando muito gordas, independentemente do peso que apresentam. De modo geral, quem sofre de distúrbios alimentares foca o seu sucesso na perda de peso.


São frequentes nos distúrbios alimentares:

•Dificuldades de integração social, académica, profissional e familiar.
•Sentimentos de tristeza, culpa, angústia, ansiedade, desespero e mudanças bruscas de humor.
•Dificuldade em aceitar e tomar consciência desta problemática.

ANOREXIA NERVOSA
Caracteriza-se pela incapacidade em manter o peso "mínimo" corporal, bem como, pelo medo excessivo e irracional de ganhar peso. As anorécticas negam a existência de qualquer problema ou que estão excessivamente magras.

BULIMIA NERVOSA
Caracteriza-se pela ocorrência de episódios de voracidade alimentar seguidos de um conjunto de comportamentos compensatórios que podem incluir: indução do vómito, exercício físico exagerado, jejum, uso de laxantes e diuréticos.

SINAIS DE ALERTA

ANOREXIA NERVOSA
•Perda de peso sem razão aparente.
•Diminuição da quantidade de alimentos ingeridos tendo em conta o normal da pessoa e para a pessoa.
•Comportamentos estranhos na ingestão dos alimentos tais como: rituais para comer (sempre à mesma hora, sempre a mesma coisa, sempre o mesmo local), cortar os alimentos em pedaços muito pequenos, mastigar várias vezes, só comer alimentos de baixo valor calórico.
•Nunca assumir a fome
•Aumento da intolerância e crítica dos outros
•Extremo auto-controlo e não revelar os sentimentos

•Achar-se muito gordo mesmo quando não é verdade
•Prática excessiva de exercício físico
•Amenorreia
•Cansaço e outros sintomas psicológicos.

BULIMIA NERVOSA
•Idas muito frequentes à casa de banho após as refeições
•Grandes variações de humor
•Ter muita comida que desaparece rapidamente (bolachas, chocolates, sumos)
•Inchaço anormal à volta dos maxilares
•Peso com oscilações normais
•Comer compulsivamente (raramente visível pelos outros)
•Uso de diuréticos e laxantes em excesso.
•Desaparecimento inexplicável de comida

O QUE FAZER ?
INFORMAR-SE acerca dos locais que prestam AUXÍLIO ESPECIALIZADO (médico, psiquiatra, psicólogo, consultas de distúrbios alimentares).

Fonte: FCTUC