sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Crianças com obesidade abdominal correm maior risco de problemas cardíacosPublicado

Estudo norte-americano sugere que a obesidade abdominal em crianças representa um risco para a saúde cardíaca não apenas para os adultos como também para as crianças

A pesquisa avaliou 188 crianças obesas aparentemente saudáveis com idades compreendidas entre os sete e os onze anos. A equipa de investigadores descobriu que, quando comparadas a crianças com menor circunferência de cintura, aquelas com maior obesidade abdominal tinham uma propensão 27 vezes superior de se tornarem severamente obesas, tinham 3,6 vezes mais riscos de ter níveis reduzidos de "bom" colesterol, três vezes mais probabilidade de ter triglicéridos altos, e 3,7 vezes maior risco de ter altos níveis de insulina em jejum - factor de risco para a diabetes.

"Isso diz-nos que eles estão em maior risco de problemas cardíacos mais tarde", afirmou o investigador Reda Bassali.

Seguindo estes resultados, a equipa de especialistas destacou que medir a circunferência da cintura em crianças obesas pode ser uma forma eficaz de identificar aquelas com um risco maior de desenvolver diabetes e doença cardíaca.

Os autores recomendam assim que o estilo de vida seja alterado nessas crianças, através da adopção de uma alimentação equilibrada e praticando actividades físicas.

Fonte: Sapo Saúde
Tags: cardíacos, crianças, diabetes, obesidade
Fonte:Farmacia.com.pt