sábado, 1 de agosto de 2009

Só 31% dos portugueses dão importância ao pequeno-almoço

Estudo revela que a primeira refeição do dia é a mais importante, mas nem sempre a mais bem conseguida.
Segundo um estudo da Kellogg's em parceria com a Faculdade de Motricidade Humana da Universidade Técnica de Lisboa, 91% dos portugueses tomam pequeno-almoço todos os dias, mas apenas 31% da população considera-o a refeição mais importante do dia.

Os dados não são tão animadores no que toca aos alimentos ingeridos nesta refeição: muitos poucos inquiridos fazem um pequeno-almoço completo composto por lacticínios, fruta e cereais.

“ Na Kellogg’s, defendemos que tomar um pequeno-almoço completo e equilibrado significa começar o dia da melhor forma. Esta refeição fornece ao organismo a energia e nutrientes necessários para um bom rendimento no trabalho ou na escola logo pela manhã. A combinação de lacticínios, fruta e cereais é essencial para o seguimento de uma alimentação saudável e, além disso, um pequeno-almoço rico em cereais pouco processados e por conseguinte em hidratos de carbono complexos e fibra está associado a um menor consumo de gorduras e calorias ao pequeno-almoço, almoço e durante todo do dia.”, afirma Raquel Torres Abrantes, Nutrition and Corporate Communication Coordinator da Kellogg’s em Portugal.

O estudo está inserido na campanha “Tudo começa melhor com Kellogg’s”, uma iniciativa criada pela equipa nacional da marca para o ano de 2009 com o objectivo de melhorar a alimentação e os hábitos de vida dos consumidores.

29 de Julho de 2009

Fonte: Mulher.Sapo